12 / 11 / 2017 - 16h00
João Madison: Base aliada deverá perder 20% de sua força até 2018

O líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), deputado estadual João Mádison, acredita que 20% dos partidos que compõem hoje a base aliada do governador Wellington Dias (PT) não estarão com ele em 2018. A demandada deve partir principalmente de pequenos partidos.

“Não vou dizer aqui que nós vamos ter a mesma base em 2018, mas acredito que 80% do que está aí vai acontecer para o nosso lado. Vamos trabalhar para os 20% continuarem”, disse o parlamentar.

De acordo com João Mádison, os grandes partidos devem permanecer como PP, PDT, PSD, além do próprio PMDB. A ressalva ainda é com o PTB, que pode lançar o ex-senador João Vicente Claudino. “Eu não boto o PTB, pois se ele for candidato pelo partido, lógico que eles não irão ficar”, acredita o peemedebista.

João Mádison ressalta que o apoio do governador é certo, mesmo se o prefeito de Teresina, Firmino Filho, resolver se lançar ao Palácio de Karnak. “Eu não vejo o Firmino saindo. Ele fez um compromisso com o povo de Teresina. O presidente Themístocles já disse que apoaria o Firmino numa candidatura a senador, para governador nós já estamos comprometidos com Wellington Dias”, finalizou.

Fonte: Cidadeverde.com