12 / 01 / 2018 - 16h50
Governo fará novo mutirão de cirurgias de catarata no Piauí

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, e o deputado federal Assis Carvalho se reuniram, nesta quarta-feira (10), para tratar sobre os mutirões de cirurgias de catarata, que serão realizados nos hospitais da rede estadual. As cirurgias serão realizadas com emenda do parlamentar, que destinou mais de R$ 5,5 milhões de recursos.

A previsão é que, ainda neste primeiro trimestre do ano, os hospitais iniciam o calendário de realização dos procedimentos. A meta é que mais de 7 mil pessoas sejam beneficiadas, afirmou Florentino Neto. “Nós estamos programando esses mutirões para que a gente possa realizar muito mais. O deputado Assis Carvalho colocou uma emenda de R$ 5,5 milhões e tivemos um diálogo com o ministro da Saúde Ricardo Barros e com senador Ciro Nogueira, que se comprometeram a complementar esse recurso, para que a gente possa atingir a todos que necessitam de cirurgia catarata no estado do Piauí”, justificou.

No primeiro Mutirão de Cirurgias Eletivas, realizado no formato simultâneo em dez hospitais, a Secretaria de Estado da Saúde beneficiou 2.053 pessoas, com destaque para as cirurgias de catarata, que atingiu cerca de 30% desse público: foram 602 pessoas beneficiadas. Quatro hospitais realizaram os procedimentos: Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba; Dr. Mariano Lucas de Sousa, em Buriti dos Lopes; Regional Júlio Hartman, em Esperantina e Gerson Castelo Branco, em Luzilândia.

Ao destinar os recursos para essa modalidade cirúrgica, o deputado federal Assis Carvalho estava atento “a uma demanda muito alta no Piauí. E o nosso objetivo é beneficiar toda a rede estadual, com uma quantidade de cirurgia que possa chegar a pessoas mais humildes, que sofrem muito com catarata. E a gente está fazendo mais esse mutirão para reduzir essa fila de espera”, afirma.

Por ser uma patologia que atinge prioritariamente pessoas com mais de 60 anos de idade, os dados apontam que mais de 350 mil idosos piauienses possam ser acometidos pela catarata. Desde 2015, que o Governo do Estado desenvolve programas para atingir o maior número de idosos, como foi o programa Olhar Bem.

O presidente do Instituto de Água e Esgotos, o médico Francisco Costa, que também participou da reunião, relatou como foi realizado o programa Olhar Bem, que atendeu mais de 10 mil pessoas entre dezembro de 2015 a junho de 2016. “Naquele período, a Secretaria percorreu todos os territórios, numa grande mobilização para realizar os procedimentos mais próximos de onde as pessoas moravam. Foram atendidos idosos que há anos não enxergavam, não conheciam seus netos, não realizaram mais atividades simples do dia a dia. Foi uma transformação na vida daquelas pessoas”, comentou. A ação envolveu mais de cem profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes de saúde e pessoal técnico, tanto dos municípios como do Estado.

Já próxima quarta, dia 17, técnicos da Secretaria de Saúde devem ser reunir para apresentar o formato e os hospitais que deverão realizar dos mutirões de cirurgias de catarata.

(Cidade Verde)