24 / 03 / 2018 - 16h45
Uapi oferece 3 mil vagas em 60 municípios

O edital para o vestibular da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), que foi lançado na sexta-feira (23), disponibilizará 3000 vagas para mais 60 municípios do Piauí, que receberão a modalidade de ensino à distância para o Bacharelado em Administração. Atualmente, a UAPI já possui esse bacharelado à distância em 60 cidades, com 3000 vagas, ou seja, dobrou o número de vagas e de municípios contemplados.

Segundo o edital, as inscrições para o vestibular serão abertas a partir do dia 23 de Abril e seguem até o dia 18 de maio. As provas escrita objetiva/dissertativas tem previsão para serem aplicadas no dia 10 de junho. O resultado tem previsão para ser divulgado até o dia 13 de julho.

Franklin Oliveira é diretor do projeto de Ensino à Distância e professor da UESPI. Ele conta que a segunda etapa da UAPI, lançada nesta sexta-feira, também funcionará pela mediação tecnológica fornecida pelo canal educação, e buscará fornecer a todos os municípios do nosso estado cursos de formação superior de qualidade. “Com a mediação tecnológica os professores aqui de Teresina poderão administrar aulas ao vivo e interagir com os alunos. O plano é possibilitar o alcance desse projeto para todos os 224 municípios do Piauí. Com o edital de hoje, atingiremos 120 municípios, mas já estamos planejando mais um edital com mais 63 municípios, totalizando 183 municípios atendidos pela UAPI”, falou Franklin.

Ele explica que atualmente apenas o curso de Administração é ofertado, mas o planejamento futuro busca introduzir novas opções de cursos para os estados.

O lançamento do edital foi acompanhado da cerimônia de posse do reitor reeleito da UESPI, Nouga Cardoso. “Temos orgulho do reconhecimento que recebemos da comunidade acadêmica e buscaremos melhorar ainda mais a UESPI, além disso é um orgulho estar presente no fornecimento de ensino a distância e esperamos que a UAPI seja uma oportunidade para todos que desejem o curso superior”, falou Nouga Cardoso.

Durante o evento, um grupo de professores da Uespi esteve presente na entrada do Palácio de Karnak, reivindicando uma audiência com o governador para debater um reajuste salarial da classe. Durante sua fala, o governador Wellington Dias informou que a possibilidade de um reajuste salarial da classe deve surgir a partir de abril. “A falta de investimento na educação em gestões anteriores é um dos principais causadores dos problemas que hoje o estado enfrenta. É por isso que a nossa gestão e as gestões que estão por vir devem priorizar a educação como um dos pontos de principal investimento a partir de agora”, disse Wellington Dias.

(ccom)