11 / 05 / 2018 - 15h11
Wellington busca partidos pequenos e pode minar apoio a João Vicente
A base aliada do governador Wellington Dias (PT) pode aumentar. O grupo formado por 10 partidos emergentes tem sido cortejado para aderir à pré-campanha de reeleição do petista. Entre as legendas que integram o grupo estão Avante, PV, Patriota, PHS, PRP, PPS e PMN.
 
Esse grupo de partidos tem conversado também com o senador Elmano Férrer (Podemos) e com o ex-senador João Vicente Claudino (PTB). Um dos dois deve ser candidato a governador e negociam o apoio dessas legendas.
 
Com a corte feita aos partidos emergentes, o governador Wellington Dias busca minar as chances de consolidação da pré-candidatura do ex-senador João Vicente Claudino. O empresário é considerado um adversário forte.
 
Nesta quinta-feira (11), a presidente do PMN no Piauí, Ravena Castro, participou de encontro com o petista Pedro Calixto, que faz parte da articulação política do governo. O PMN não é a única legenda a conversa com o governo e também com candidatos da oposição.
 
Essa movimentação das siglas emergentes tem provocado críticas. O deputado Fernando Monteiro (PRTB), que trabalha para montar uma chapinha proporcional, afirma que essa seria uma estratégia para as siglas valorizarem o próprio passe.
 
Na tarde de hoje, o governador terá uma encontro com o presidente do PRP no Piauí, Laeércio Borges.
 
(Cidade Verde)