17 / 05 / 2018 - 15h59
Festival Pint Of Science conclui sua segunda edição atraindo grande público em Teresina

Realizado em vários países e em mais de 50 cidades brasileiras, o evento Pint of Science, concluiu nessa quarta-feira (16), sua segunda edição na capital piauiense. A iniciativa tem como objetivo divulgar a ciência em lugares diferentes e descontraídos, como em bares e restaurantes, onde cientistas conversam com o público, ao invés do caminho inverso no qual as pessoas vão às universidades para conversar com os pesquisadores. Em Teresina, o festival foi organizado pelo Centro Unificado de Inovação Aplicada (CUIA), em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet).

O último dia do Pint Of Science Brasil, em Teresina, foi realizado nos bares Medalhão do Chef e Rambeer Cervejaria Artesanal. As palestras ministradas nos locais despertaram a curiosidade e prenderam a atenção do público.

No Rambeer, o tema "Pesquisa & Inovação: da ideia ao mercado", foi ministrado por Lívio Cunha Nunes, que é mestre e doutor em Ciências Farmacêuticas. Lívio mostrou como a pesquisa feita dentro universidade pode ser transformada em produto possivelmente utilizado pela sociedade. “Nossa proposta é trabalhar a concepção do produto desde a ideia inicial ao desenvolvimento da pesquisa, até chegar a solução que a sociedade precisa e os caminhos para que essa ideia chegue ao mercado”, explicou o pesquisador, dando exemplos de empresas que surgiram dentro da universidade e startups que estão sendo desenvolvidas no Piauí.

No Medalhão do Chef, a palestra "A ciência dos plásticos eletrônicos", conduzida pelo doutor em Física Aplicada, Alexandre de Castro Maciel, teve a proposta de apresentar como materiais à base de carbono podem ser aplicados como elementos principais nos dispositivos eletrônicos. De acordo com o estudioso, a ideia dessa área de pesquisa é que ela seja usada para reduzir os custos, podendo baratear o processo de produção.

O Pint Of Science aconteceu durante três dias em Teresina, reunindo cerca de 600 pessoas. Para o coordenador do evento, Francisco Soares, esta edição superou as expectativas de público e ratifica que a ação é importante para que pesquisas científicas cheguem ao conhecimento de todos de uma forma simples, com o objetivo de popularizar a Ciência.

“Esta foi uma ótima chance de reunir pesquisadores do estado e valorizar o debate de temas curiosos, mostrando que a ciência está presente em tudo. Estamos felizes com o resultado do evento, que teve uma boa aceitação do público, o que já nos deixa motivado para as próximas edições”, detalhou Francisco Soares, coordenador da iniciativa em Teresina.

O estudante de Física da UFPI, João Victor, parabenizou o evento pela importância e forma que foi realizado. “O Pint Of Science traz uma boa referência para o público, pois promove o contato com cientistas, que são fontes de informação confiável, num ambiente totalmente informal e descontraído, que é um bar, um local que deixa todo mundo mais à vontade, ou seja, um formato bastante interessante”, destacou o universitário.

(Ccom)