20 / 05 / 2018 - 17h14
Wilson Martins fala que brasileiro está decepcionado com política nacional

O ex-governador do Piauí e pré-candidato ao Senado, Wilson Martins (PSB), foi um dos convidados a palestrar no evento sobre Gestão, Estratégica e Crescimento, que reuniu prefeitos da região de Picos nesta sexta-feira (18). Na ocasião, o ex-governador participou do Grande Jornal e falou sobre sua pré-candidatura e também sobre a atual situação política nacional.

Segundo Wilson, essas eleições serão marcadas pelas investigações e prisões da Operação Lava Jato. “Na política nacional há um desgaste muito grande dessa categoria, dessa atividade, nós estamos acompanhando um verdadeiro desmonte da credibilidade. E parte significativa dos políticos envolvidos em atos de desvios, de corrupção, a Operação Lava Jato é um exemplo disso, de pessoas ilustres, que tiveram aí uma esfera de grandes serviços prestados à nação brasileira, mas infelizmente, recebe uma punição aqui, outra ali”.

Wilson falou que os constantes casos de corrupção que surgem no país, acabam desgastando a imagem de todos os políticos.  “À princípio, a gente fica com uma dificuldade grande até para escolher quem é o seu candidato preferido. Há muitas opções e muitas dificuldades de escolher também. Ao contexto da política estadual, que dificulta por um lado e ao contexto da descredibilidade”.

Wilson Martins criticou a gestão de Wellington Dias e afirma que o atual governador se perdeu na administração e tem gastado mais do que o estado poderia. Ele criticou ainda a questão dos empréstimos realizados pelo governador.  O pré-candidato falou também que não acredita que Dias seja vitorioso nessas eleições de 2018 e defende a vitória de Luciano Nunes.

Segundo Wilson, o PSB não lançará nenhum nome para pleitear a vaga à Presidência da República. Ele falou da proximidade do partido com os pré-candidatos Ciro Gomes e Geraldo Alkmin.

(Grande Picos)