04 / 06 / 2018 - 16h33
Vacinação contra febre aftosa segue até 15 de junho

Foi prorrogado o prazo para vacinação de bovinos e bubalino contra a febre aftosa em todo Piauí. A primeira etapa da campanha de 2018 teve início no dia 01 de maio e seguiria até 01 de junho e a certificação seria até o dia 15 deste mês, mas por determinação do Ministério da Agricultura, a imunização foi prorrogada até o dia 15 de junho e a Certificação até o dia 30 de julho.

De acordo com o médico veterinário da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (ADAPI) -unidade de Picos-, Edilton Pedro Silva, a prorrogação do prazo aconteceu devido à greve dos caminhoneiros ter dificultado o abastecimento de vacinas suficientes nas casas veterinárias, o que ocasionou um baixo índice de procura.

“ Com a greve dos caminhoneiros e a falta de vacinas suficientes, houve um atraso nas vendas de vacinas e na vacinação e é claro, o índice vacinal fica baixo, então tem essa preocupação”, disse.

Ele ainda contou que tem muitos criadores de outros municípios procurando a sede da ADAPI de Picos, pelo fato da estrutura de alguns lugares não está apto a solucionar problemas simples e conta ainda com dificuldade da internet.

“A região de Picos nós somos compostos por dez municípios, e nós aqui em Picos somos uma sede e tem município de nossa região que está tendo dificuldade com a internet, como Itainópolis, os criadores estão vindo para cá, estamos vendo se consegue com a prefeitura ou sindicato e os municípios também, para ver se faz por lá, para evitar que o criador venha para cá, que superlota e que seja resolvido o problema em seu município”, falou.

Os criadores que não vacinarem e certificarem os seus rebanhos no prazo estabelecido, ficarão sujeitos a multas e não poderá vender e nem emitir o Guia de Trânsito Animal (GTA).

(Grande Picos)