21 / 06 / 2018 - 19h28
Alunos recebem orientações sobre controle a Dengue

Na manhã desta quarta – feira (20), 128 alunos da Escola Municipal Celso Eulálio participaram do ciclo de palestras educativas sobre o combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e Zika vírus.

“Estamos desenvolvendo esta ação com o intuito de orientar os alunos sobre o combate ao mosquito da dengue. Nossa preocupação é torná-los cidadãos conscientes” Finalizou Verônica Maia, Professora do curso de Medicina da UFPI, Picos.

Preocupada com a proliferação e as doenças causadas pelo mosquito da dengue, a Secretária de Educação de Picos, Rosilene Monteiro, ressaltou a importância de conscientizar os alunos. “Estamos preocupados com a proliferação do mosquito e com as doenças que ele pode causar. Por isso que a Seme sempre desenvolve projetos de combate e controle. Temos que informar nossos jovens. São eles que vão levar, ao seio familiar, o que aprenderam na palestra. Lembrou a Secretária.

O prefeito de Picos, Padre Walmir, também destacou a importância de conscientizar as nossas crianças e os nossos jovens. “A gente tem percebido que eles abraçaram a causa e estão preocupados. Isso é muito gratificante para nós. Eles agora vão passar aos pais, parentes, amigos e vizinhos o que aprenderam””, lembrou o prefeito.

“Nossos alunos amaram a ideia, e se mostraram interessados em conhecer sobre a dengue e combater esse mal, nossa meta é essa, informar para que eles aprendam que a maior arma que temos é a prevenção”. Lembrou a Diretora da escola, Leila Ramos.

O pequeno Gabriel Augusto sabe o que fazer quando o assunto é combater o mosquito da dengue. “Nós temos que fazer nossa parte, não deixar água parada em lugar nenhum, esse mosquito tem que sumir de vez. Falou Gabriel”.

Prevenção

As atividades nas escolas têm o objetivo de conscientizar e mobilizar os estudantes para o combate ao Aedes Aegypti e a melhor forma de combater o mosquito é evitando que ele nasça. Por isso, a Prefeitura Municipal de Picos por meio da Secretaria Municipal de Educação desenvolve, ao longo do ano, uma série de atividades de combate e controle da doença. Visitando escolas, conscientizando a população, ministrando palestras e, claro, lembrando que atitudes simples, com evitar depósitos com água, podem fazer toda diferença.

(Webpiaui)