19 / 07 / 2018 - 18h40
Tratamento contra hanseníase é feito de forma gratuita em Picos

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Coordenação de Controle a Hanseníase e em parceira com os profissionais da Estratégia de Saúde a Família, realiza tratamento contra a hanseníase em Picos e nas mediações do Vale do Guaribas.

Segundo o Coordenador de Controle a Hanseníase, Gilberto Valentim da Silva, os principais sintomas são manchas esbranquiçadas ou avermelhadas em qualquer parte do corpo, tendo alteração de sensibilidade, além de áreas da pele ressecadas, áreas de pele com rarefação de pelo, dores nos nervos dos braços e das pernas, sensação de fisgadas, agulhadas e formigamento em todo corpo, dentre outros.

O tratamento é feito com antibióticos e dura em média de seis meses a um ano, dependendo de sua forma clínica. Os pacientes têm acesso ao tratamento em qualquer Unidade Básica da Estratégia da Saúde da Família. O Programa Saúde da Hanseníase de Picos está descentralizado, possibilitando ao paciente a realização de diagnóstico, acompanhamento e tratamento em qualquer posto de saúde que tenha médicos de saúde da família. Também é possível realizar o tratamento no centro de referência, que é o PAM (Posto de Assistência Médica).

“A gente observou aqui no primeiro semestre fazendo os relatórios que a hanseníase em Picos esse ano começou uma curva descendente, ou seja, os casos estão diminuindo. Esperamos que no final do ano a gente tenha uma confirmação dessa queda. Estamos com 10% a menos, significa dizer que o trabalho que nós começamos em 2013 quando assumimos a coordenação tem sortido efeito, significa que estamos no caminho certo” disse Gilberto.

O diagnóstico é feito através das pesquisas dos testes de sensibilidade, da coleta da baciloscopia e da consulta médica.

O PAM realiza atividade operacional de serviço como diagnóstico de casos, buscas ativas, visitas domiciliares, prevenção de incapacidade, tratamento dos estados reacionais da hanseníase, além de tirar dúvidas dos outros municípios. É válido ressaltar que o Posto de Assistência Médica não atende só a Picos, ele é o centro de referência de todo o território do Vale do Guaribas.

A hanseníase é transmitida pelo bacilo de Hansen pelas vias aéreas superiores, através da respiração. O bacilo se transporta pela corrente sanguínea e se instala na pele e no sistema nervoso.

O Posto de Assistência Médica (PAM), fica localizado na Rua Sitônio Dantas, nº 590, no bairro Catavento, por trás do Banco do Nordeste.

(Ccom)