27 / 10 / 2018 - 15h13
Moradores de casas populares são capacitados em Picos

A Coordenação de Habitação de Picos estará implantando no próximo mês de novembro o projeto Trabalho Técnico Social. O objetivo do projeto é adequar e executar ações informativas as quais promovam a participação do cidadão.

“Além disso, visa favorecer a organização da população e a gestão comunitária dos espaços comuns, na perspectiva de contribuir para fortalecer a melhoria das famílias e a sustentabilidade dos empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida”, explica a coordenadora.

O projeto tem em seu conteúdo, contatos diretos com a comunidade por meio de reuniões e palestras informativas que demonstrem a relevância da criação e manutenção de entidades como associações de moradores, além de promover relações interpessoais entre a própria comunidade. Conta ainda que o projeto propõe a conscientização coletiva acerca de ações sustentáveis em que moradores estejam em constante contribuição mútua em benefício da própria comunidade.

“Partimos do princípio de que as relações interpessoais entre vizinhos por meio de associações de moradores, remete à cidadania, pois acreditamos que a cidadania se constrói com participação. Desse entendimento, é que partimos para a prática, onde serão realizadas palestras de valorização e conservação de imóveis, palestras de higienização de casas, sanitários, calçadas e redução de lixo. Palestras de como evitar a dengue, como economizar água, higiene pessoal, educação física, caminhadas ecológicas, oficina de avaliação financeira, elaboração de orçamento doméstico e mapeamento de vocações produtivas”, comenta Cláudia Mônica.

A iniciativa acontece a partir do mês de novembro e se estende também ao residencial Antonieta Araújo. A empresa Vila Nova se encarregou da implantação e suporte técnico do referido projeto.

Cláudia Mônica explica também que o projeto Trabalho Técnico Social será coordenado pela Assistente Social Iara Portela.

(webpiaui)