30 / 05 / 2019 - 12h19
Semana Estadual de Prevenção à Tuberculose entra para o calendário oficial do Estado

A deputada estadual Teresa Britto (PV) apresentou o Projeto de Lei que institui, no calendário oficial de eventos no Estado do Piauí, a realização da “Semana Estadual de Prevenção e Combate à Tuberculose”, no dia 17 do mês de outubro.

Na justificativa, a deputada informa que a tuberculose é uma doença causada pela 
bactéria Mycobacterium tuberculosis, o "Bacilo de Koch (BK)", que se propaga pelo ar através de gotículas expelidas por pessoas doentes ao tossir, espirrar ou salivar ao falar em voz alta. É uma doença curável em praticamente 100% dos casos, sensíveis a medicamentos anti-TB, desde que obedecidos os princípios básicos da terapia.


No Brasil, a doença é um sério problema de saúde pública, com profundas raízes sociais. A epidemia do HIV e a presença de bacilos resistentes tornam o cenário ainda mais complexo. A cada ano são notificados aproximadamente 70 mil casos novos e ocorrem cerca de 4,5 mil mortes em decorrência da tuberculose.

Cerca de 10 milhões de pessoas adoecem de tuberculose no mundo, levando mais de um milhão de pessoas a óbito, anualmente. O quadro da doença no Brasil foi agravado pela epidemia da AIDS e pela resistência aos medicamentos utilizados para o tratamento da doença.

De acordo com o Projeto da deputada Teresa Britto, durante a Semana Estadual de Prevenção e Combate à Tuberculose o Governo do Estado deverá realizar palestras, debates e seminários, além de divulgar material informativo na mídia eletrônica e nas redes sociais para prevenir e combater a tuberculose.

Dia Mundial – O Mundial da Tuberculose é lembrado anuamente no dia 24 de março. A data foi escolhida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) por marcar a data da descoberta do bacilo causador da doença, em 1882.

(Alepi)