16 / 09 / 2020 - 11h25
Fisioterapia auxilia na recuperação de pessoas com covid-19 no Hospital Regional Justino Luz
No Hospital Regional Justino Luz, em Picos, os fisioterapeutas que atuam na linha de frente do enfrentamento à pandemia trabalham para diminuir o desconforto e o agravamento do quadro clínico de pessoas internadas com Covid-19. A unidade contava com 21 fisioterapeutas, mas devido à pandemia esse número passou para 39 profissionais.
 
 
O fisioterapeuta é um dos profissionais essenciais no tratamento e recuperação de pacientes acometidos pela covid-19. Não só na prática clínica, mais como também através de diversos estudos é demonstrado que a atuação do Fisioterapeuta tanto nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), semi-intensivas e enfermarias, associa-se a melhores desfechos relacionados à ventilação mecânica, tempo de permanência nas unidades de internação, consequentemente redução de custos hospitalares. Além de proporcionar uma melhor funcionalidade na alta hospitalar e com isso promover qualidade de vida para os pacientes.
 
 
O coordenador de Fisioterapia das Unidades de Terapia Intensiva Geral e de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), Jarlan Lima, esclarece como a fisioterapia auxilia no tratamento. “O fisioterapeuta atua restaurando a perda funcional dos pacientes, reduzindo as incapacidades, aprimorando a funcionalidade e prevenindo as complicações que podem ser desenvolvidas ao longo do período de internação.” 
 
 
O profissional atua diretamente na otimização da ventilação pulmonar dos pacientes. O fisioterapeuta, João Batista Filho, que é o coordenador de Fisioterapia da Emergência Geral e SRAG, explica mais sobre a ventilação mecânica. 
 
 
“O objetivo é manter volumes e capacidades pulmonares dentro dos padrões de normalidade a fim de garantir uma oxigenação adequada aos órgãos e tecidos, assim como também trabalhamos para melhorar o condicionamento físico através da mobilização precoce (exercícios terapêuticos) para diminuir a fraqueza muscular adquirida durante a internação, condição comum e grave”, explicou o coordenador.
 
 
A covid – 19 trouxe mudanças na rotina de todos e marcou, sobretudo, a vida de profissionais da saúde que atuaram, nos últimos quatro meses, no combate à pandemia. Apesar dos desafios enfrentados, as equipes encontram, na recuperação dos pacientes, um estímulo diário para trabalhar.
Durante os meses de maio, junho e julho, o Hospital Regional Justino Luz já atendeu 331 pacientes no setor para Síndrome Respiratória Aguda Grave. Cerca de 250 pacientes diagnosticados com a covid-19, saíram recuperados. 
 
 
O governo do Estado através da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí – SESAPI e a Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares – FEPISERH, vem investindo no tratamento da covid-19, em Picos.  Foram ampliados os leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI, atualmente conta com 20 leitos de terapia intensiva no setor de síndromes respiratórias e 35 leitos clínicos na enfermaria. O empenho das equipes de profissionais do setor e o protocolo no uso das medicações refletem com êxito na recuperação dos pacientes.
 
Lorena Sales 
Ascom Hospital Regional Justino Luz


Publicidade